terça-feira, 7 de julho de 2015

Servidores do INSS em Assú aderem a paralisação grevista

Servidores federais dos ministérios da Previdência Social, do Trabalho e da Saúde no Rio Grande do Norte entraram em greve, por tempo indeterminado, a partir desta terça-feira, dia 07 de julho. Com a paralisação, fica suspensa a maior parte dos atendimentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Segundo o Sindprevs/RN que representa a categoria grevista a paralisação é motivada por cinco reivindicações principais. São elas: a reposição salarial em conformidade com a inflação, a incorporação de gratificações, a paridade entre ativos e inativos, a realização de concurso público para repor o quadro funcional e a regulamentação das 30 horas da jornada de trabalho para todos da categoria. A mesma fonte informou que o Governo Federal apresentou proposta de reajuste inferior ao valor das perdas salariais e ainda com a condição de ser concedido ao longo de quatro anos. O movimento grevista também chegou a unidade do INSS com sede em Assú. Saiba mais na reportagem abaixo.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Portaria prorroga permanência da Força Nacional por mais 60 dias no RN

 Portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 6, autoriza a prorrogação da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) por mais 60 dias no Rio Grande do Norte a pedido do governador do estado Robinson Faria, tendo em vista a decretação de situação de emergência no sistema prisional no RN. A prorrogação passa a contar a partir da data de publicação, nas ações de policiamento ostensivo, na modalidade de Rádio Patrulhamento, nos perímetros externos dos estabelecimentos prisionais de Natal e Região Metropolitana. Segundo a portaria, o Estado deverá dispor de infraestrutura necessária à instalação de base administrativa, após Acordo de Cooperação Técnica ter sido firmado entre as partes, bem como permissão de acesso aos sistemas de informações e ocorrências, no âmbito da segurança pública, durante a vigência desta prorrogação. O prazo do apoio prestado pela FNSP poderá ser prorrogado, se necessário.
Fonte: Defato.com

Lançada a terceira edição da campanha Fazer o Bem Sem Olhar a Quem

A campanha intitulada ‘Fazer o bem sem olhar a quem’ em benefício da Liga Contra o Câncer, em Natal, teve a sua terceira edição lançada em Assú. A liga atende pessoas de todo o RN, entre elas muitas do Vale do Açu. Por isso que a turismóloga Camila Menezes teve a iniciativa de lançar a terceira campanha em favor daquela instituição. Este ano a campanha visa arrecadar o máximo possível de massa para mingau, leite em pó e outros alimentos não perecíveis. Camila afirma que “apesar de toda ‘crise’, nossa meta para 2015 é superar os números das edições anteriores... e contribuir com aqueles que tanto precisam”. As doações podem ser deixadas na RPM Turismo, localizada na rua Augusto Severo, 104, centro de Assú, próximo a Cosern. Mais informações com Camila pelo Whatsapp (99141-8557).
Fonte: Rabiscos do Samuel Júnior.

Homem é morto dentro de casa no bairro Bela Vista em Assú

Foto enviada via WhatsApp - Autor desconhecido
Um crime de homicídio foi registrado no início da noite desta segunda- feira, dia 06 de julho em Assú. Informações dão conta que Adriano da Costa Cavalcante de 30 anos de idade foi executado a tiros dentro de uma casa na rua Vereador José Bezerra de Sá, bairro Bela Vista. A polícia informou que Adriano era natural de Natal e estava em Assú na casa de amigos, e havia recebido ameaças de morte dias atrás.
Foto extraída do site Assú Notícia
Ainda não há informação oficial de que o crime foi praticado por quem havia feito tais ameaças. Populares disseram que cerca de seis disparos foram efetuados contra a vítima. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esteve no local tentando prestar socorro, mas Adriano da Costa já estava sem vida. Ninguém foi preso.

MPF reafirma investigação sobre abandono de UPA em Assú

Clique na imagem para ampliar
O Ministério Público Federal reafirmou nesta segunda-feira (6) que há um procedimento aberto para investigar o abandono de uma Unidade de Pronto Atendimento no município de Assú. O órgão federal foi provocado pelo Portalnoar.com depois que a assessoria de imprensa da Prefeitura de Assú negou a investigação e questionou a credibilidade da reportagem que noticiou a investigação e o descaso do abandono. O procedimento, de autoria do procurador Victor Albuquerque de Queiroga, foi aberto em 2 de julho, tendo por base “as notícias veiculadas nas redes sociais de que a obra de construção da UPA do Alto de São Francisco está abandonada e é objeto de depredações por vândalos”.
Fonte: Portalnoar.com