segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Flagrante de acidente

Um acidente foi registrado por um motorista que seguia atrás de um caminhão guiado por um condutor que provavelmente dormiu ao volante perdendo o controle do veículo pesado. Não há confirmação de quando o acidente ocorreu nem o local. Informação não confirmada dá conta que o fato se deu na BR 304. O vídeo foi divulgado nas redes sociais através do WhatsApp. Não foi oficialmente divulgada a identificação do motorista que fez as imagens nem do que tombou o caminhão que estava carregado com frangos.

Travesti é espancado próximo a posto de combustíveis na entrada de Assú

Foto extraída do site Assú Notícias
Um travesti foi espancado na madrugada de domingo para segunda, próximo a um posto de combustíveis na BR 304 entrada da cidade do Assú. Informações dão conta que três homens agrediram Cibelly Dantas como é conhecida a vítima, sendo que um dos agressores é um conhecido seu. Cibelly teve traumatismo craniano e alguns dedos das mãos quebrados em consequência das agressões, além de várias escoriações pelo corpo segundo notícia veiculada na página Assú Notícia.
A mesma fonte acrescenta que a vítima foi socorrida para o Hospital Regional Dr. Nelson Inácio dos Santos em Assú e posteriormente encaminhada para o Hospital de Mossoró. Uma das diretoras da Associação de Homossexuais do Vale do Assú (AHVA), esteve prestando toda assistência. Ainda sob efeito de medicamentos, a vítima chegou a passar as características dos três agressores.  Segundo a Associação, a tentativa de homicídio pode ter ligação por homofobia. 

Mossoró gasta R$ 60 mil/mês com transporte de pacientes de Assú e outras cidades

A Prefeitura de Mossoró tem um gasto mensal de R$ 60 mil com o transporte de pacientes de outras cidades para hospitais de Natal através de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A informação é da Secretaria Municipal de Saúde, Leodise Cruz. Em A ENTREVISTA dessa semana, o diretor do Hospital Regional Tarcísio Maia, Jarbas Mariano, afirmou que uma ambulância (UTI) foi comprada pelo Governo do Estado para realizar especificamente este serviço.
A ambulância foi adquirida pelo Governo do Estado, é ambulância UTI, suporte avançado, ela ficará ou no Tarcísio Maia ou no Samu, a gente está vendo qual o melhor local para esse transporte”, afirma Jarbas Mariano.
O veículo deve chegar nos próximos 15 dias, no entanto, segundo o diretor, ainda há de ser resolvida a questão da equipe que vai trabalhar junto a ambulância, e consequentemente, quem irá custear este serviço.
A ambulância precisa de médico, enfermeiro, técnico de enfermagem motorista e a manutenção, e foi me perguntando se dentro da minha escala de plantão eu tinha como ceder profissionais, no entanto, a resposta foi não, porque eu não tenho médicos suficientes para liberar para viagens”, explicou o diretor do HRTM.
Como uma resolução para este problema, Jarbas Mariano, sugeriu aos secretários de saúde dos municípios da região, que estes municípios possam custear o serviço da ambulância UTI.
Eu acho que os municípios que tem que entrarem com uma contrapartida, se a ambulância vai ser para o transporte de pacientes do TM para Natal, nada mais justo do que os municípios arcarem com essa despesa, tipo um consórcio”, afirma.
Segundo o diretor do HRTM, na próxima quarta-feira (05), será realizada uma nova reunião com os gestores da saúde intermunicipais, onde será discutido novamente o assunto. O diretor do SAMU, de Mossoró, Giuliano Carlos, relatou o prejuízo para o município de Mossoró com o transporte de pacientes para Natal.
O prejuízo é basicamente financeiro, porque a Prefeitura de Mossoró paga em torno de R$100 a 120 mil ao todo, pela realização desse transporte, pois não recebe repasse do Governo para isso”, afirma.
Segundo ele, a questão é se agrava porque muitas vezes esse transporte é de pacientes de outros municípios como Apodi, Areia Branca, Assú e Patu. A notícia é do portal Mossoró Hoje.
(Manchete adaptada).

Assú ganha mais um espaço de convivência e lazer

A Prefeitura de Assú concluiu mais uma obra de urbanização, trata-se da Praça da Juventude, localizada na Rua Fernando Bustamant, conhecida popularmente como Rua da Caixa Econômica, no centro da cidade. Na local antigo existiam quiosques em situação precária, sem nenhuma padronização, onde os comerciantes comercializavam principalmente lanches. A praça além de embelezar a paisagem urbana, servirá como novo polo de convivência social e familiar e também oferecerá aos comerciantes que ali trabalham um local adequado para o melhor desempenho de suas funções e acolhimento aos seus clientes com higiene e conforto. A obra realizada em parceria com o Governo Federal custou mais de 300 mil reais.
Quando olhamos as fotos de como era aquele espaço público e como está hoje após a construção da praça, ficamos felizes em ver o grande beneficio que a obra trará para a população e para nossa cidade”, destacou o prefeito Ivan Júnior.
O chefe do executivo assuense ressaltou ainda que a prefeitura, além de asfaltar, já iniciou o projeto de revitalização do 2º canteiro existente na rua, que também esta sendo urbanizado e recebendo vagas de estacionamento.
Fonte: Seacom – PMA.

Publicado o Termo de Patrocínio para a participação do ASSU na 2ª divisão do RN com R$ 45 mil

A edição de sexta-feira (31) do Diário Oficial do Município, em Assú, publica cópia do Termo de Patrocínio nº 002/2015, firmado entre a administração municipal assuense e a Liga Açuense de Desportos (LAD). Segundo a publicação, com data de 28 de julho último, o Termo de Patrocínio “tem por objeto a veiculação institucional do município de Assú durante a participação da Associação Sportiva Sociedade Unida-ASSU, no Campeonato Estadual de Futebol Profissional 2015-2ª Divisão, utilizando-se os espaços publicitários onde serão divulgados os jogos, como também nos uniformes padrões da equipe”. Com vigência até o dia 31 de dezembro deste ano, o Termo de Patrocínio possui dotação global de R$ 45 mil, que serão pagos em duas parcelas de R$ 22,5 mil.
Fonte: Pauta Aberta.